Header AD

Primeiros Passos


O streaming é compatível com mp3, aac, aacplus, rtmp, rtsp e permite transmitir com áudio ao vivo e gravado (AutoDJ), trabalha também com diversos pontos de montagem com formatos e qualidades diferentes.

Vamos iniciar com a transmissão básica:

Opção 1. Transmissão ao Vivo sem AutoDJ

1.1. Acesse o painel do streaming;
1.2. Entre em Configurações do Streaming e cadastre as informações da Rádio;
1.3. Entre em Dados da Conexão e pegue as configurações para o encoder.
1.4. Clique no botão grande e azul de Play na parte de cima do painel para ligar o Streaming;


Opção 2. Transmissão ao Vivo com AutoDJ

* Faça todos os procedimentos da transmissão ao vivo sem AutoDJ e em seguida:

2.1. Entre em Gerenciar DJs, cadastre o primeiro locutor como o principal da rádio, sem restrições.
2.2. Entre no Gerenciador de Músicas para enviar os arquivos.mp3 (letras minúsculas), se necessário crie pastas para melhor organização;
2.3. Entre no Gerenciador de Playlist para adicionar a lista de músicas que vão tocar na rádio e salve;
2.4. Clique NOVAMENTE no botão grande e azul de Play na parte de cima do painel para ligar o AutoDJ;

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

a) Delay sem AutoDJ de 3s a 13s segundos
b) Delay com AutoDJ de 30s à 1m30s

* delay é o atraso entre o que você transmite e o que você recebe pela Internet, este tempo é medido utilizando o software Winamp, no caso de players de site (html/html5) existe um cache criado pelo navegador, ou seja, quanto maior a qualidade da transmissão mais tempo o navegador leva para armazenar e começar a tocar, esse tempo não é do streaming e sim do navegador da Internet, não temos controle sobre isso. Esse buffer não existe em player em flash po ser um aplicativo embutido no navegador e não um código gerenciador por ele.

c) Para ativar o Acesso Público nas Configurações do Streaming, seus arquivos de música e transmissão ao vivo devem estar no padrão Shoutcast, para mais informações entre em contato com o suporte.

* O Acesso Público é somente para divulgar a rádio no site Shoutcast.com, mas se o nome das músicas e/ou o gênero da rádio estiverem fora do padrão esse procedimento causa erro e seu streaming vai ficar sendo reiniciado de minuto em minuto, sempre que tentar enviar as informações para o shoutcast.com.

d) O nome dos arquivos de músicas não podem ter caracteres especiais, nem acentuação. Só utilize letras, números, espaços, hífens, underline e ponto, por exemplo:

Nome do Artista - Titulo da Musica.mp3

* Observe que o nome do arquivo termina com a extensão .mp3 em letras minúsculas e o artista e o título não tem acentuação e são separados por (espaço, hífen, espaço).

e) O mesmo procedimento utilizado nas músicas deve ser feito em vinhetas e comerciais.

f) Verifique Tags internas. Os arquivos de áudio .mp3 possuem registros internos para fornecer informações sobre o arquivo, sites de downloads costumam alterar essas tags para fazerem anúncios e até trocar o nome da estação, portanto é muito importante que as ID3Tags sejam conferidas asntes de enviar os arquivos.

* Recomendamos um dos seguintes softwares para conferir as ID3Tags:
MP3Tag - http://www.mp3tag.de/en/download.html
AudioShell - http://www.softpointer.com/AudioShell.htm

* Mantenha as Tags Internas (ID3Tags) atualizadas, elas são utilizadas para atualizar as informações da música, elas pode ter acentuação nos nomes.

g) Se sua rádio tem uma seleção de músicas muito grande é altamente recomendável utilizar um gerenciador de FTP para enviar, baixar, apagar, renomear músicas do AutoDJ, além de ser um software especializo para esta tarefa ele tem o controle de erros, controle de banda e retomada de transmissão quando ocorre alguma falha na conexão.

Instalador do Cliente de FTP FileZilla: http://ninite.com/filezilla

h) Ao utilizar pontos de montagem, o primeiro ponto na conta de streaming padrão é aac, os demais pontos você pode escolher. Por padrão o streaming é entregue com o padrão AAC+ RTMP, se pretende utilizar MP3 solicite a mudança para o suporte.

* Sugestão para pontos de montagem, segundo os bitrates mais utilizados e por serem qualidades equivalentes:

Ponto 1 = Nome:aac, Bitrate:32-kbps, Tipo:AAC
Ponto 2 = Nome:mp3, Bitrate:64-kbps, Tipo:MP3
ou
Ponto 1 = Nome:aac, Bitrate:48-kbps, Tipo:AAC
Ponto 2 = Nome:mp3, Bitrate:96-kbps, Tipo:MP3
ou
Ponto 1 = Nome:aac, Bitrate:64-kbps, Tipo:AAC
Ponto 2 = Nome:mp3, Bitrate:128-kbps, Tipo:MP3

i) Software para transmissão:

Veja no seu painel de streaming.

Menu: Softwares


* Você pode utilizar qualquer encoder (SimpleCast, SAMCast, SAMBroadcaster, Opticodec, OddCast) o streaming aceita AAC+ e MP3 como fonte de transmissão. O padrão de frequência é 44.100Hz (4.1kHz) para utilizar outra frequência tenha certeza que seus arquivos estão preparados e sua transmissão configurada corretamente.


LEMBRE-SE:

- NÃO UTILIZE ACENTUAÇÃO, CARACTERES ESPECIAIS OU SÍMBOLOS NOS NOMES DOS ARQUIVOS. CASO SEJA NECESSÁRIO UTILIZE NAS TAGS INTERNAS (ID3TAG) E NÃO EM NOME DE ARQUIVOS.

- NÃO ATIVE O ACESSO PÚBLICO SE NÃO TEM CERTEZA DE COMO FUNCIONA, PODE CAUSAR INSTABILIDADE NO STREAMING. ANTES DE UTILIZAR PEÇA AUXILIO PARA O SUPORTE.

- A EXTENSÃO DO ARQUIVO RECONHECIDA É .mp3 (EM LETRAS MINÚSCULAS)

Postar um comentário

Deixe seu comentário (0)

Postagem Anterior Próxima Postagem

ads1

ads2